Como declarar investimentos no Imposto de Renda?



Chegamos no período do ano em que é preciso declarar o Imposto de Renda. Agora, é momento de organizar as entradas e as saídas para não cair na malha fina e acabar sendo multado. E, isso inclui os investimentos realizados durante o ano anterior.


O problema é que, quando falamos em declaração de investimentos, é preciso que o contribuinte esteja atento às características e às particularidades de cada ativo, pois há informações que precisam ser cadastradas e informadas de formas distintas.


Está com dúvidas sobre como realizar essa declaração? Continue a leitura que nós separamos algumas informações que irão te ajudar.


Quais os investimentos que é preciso declarar?

Caso seja a sua primeira vez declarando, saiba que é necessário inserir todos os investimentos em carteira, como títulos de renda fixa, ações, fundos imobiliários, saldos da poupança, ETFs (Exchange Traded Funds) - aqueles investidos na bolsa de valores e no mercado de balcão organizado -, investimentos no exterior e, até mesmo, a compra e a venda de criptomoedas.


Como declarar investimentos no Imposto de Renda?

Na maioria dos casos de investimentos, o Imposto de Renda já é retido na fonte. Todavia, quando isso não ocorre é preciso apresentar os dados e informações no IR para evitar problemas e multas.


Dessa forma, para realizar a declaração, o primeiro passo é solicitar ao banco ou à corretora os informes de rendimentos das aplicações. Assim, será possível justificar o crescimento do patrimônio.


Com essas informações em mãos, o contribuinte poderá iniciar o processo da declaração:


● Siga para a guia de “Bens Diretos”;

● Escolha o código do que irá declarar primeiro, por exemplo, “31” se forem ações ou “45” para renda fixa, como LCI (Letra de Crédito Imobiliário) e a LCA (Letra de Crédito do Agronegócio). É importante lembrar que cada tipo de investimento possui seu próprio código;

● No campo de Discriminação, o contribuinte deve falar sobre o produto e incluir informações como nome e CNPJ da empresa/instituição onde o investimento foi realizado;

● Agora, no caso de investimento em renda fixa, no campo “Situação”, você deve informar os valores conforme o Informe de Rendimento recebido do banco/corretora. Por sua vez, caso esteja informando sobre a compra e venda de ações, você deve informar a posição acionária em reais conforme a data requerida.


Conseguiu entender como funciona o processo de declaração de investimentos no Imposto de Renda? Precisa do auxílio de um profissional? Então, entre em contato e marque uma conversa, nossos especialistas poderão te ajudar em cada uma das etapas!


#impostoderenda #declaracaodeimpostoderenda #IR2021 #investimentosIR #declaracaodeinvestimentos #dicascontabeis #contabilidadechapeco


Fontes:

https://agenciabrasil.ebc.com.br/economia/noticia/2020-05/agencia-brasil-explica-como-declarar-investimentos-no-imposto-de-renda


https://www.infomoney.com.br/guias/imposto-de-renda-investimentos/#como-declarar-cdb-rdb-lcs-no-imposto-de-renda

https://blog.rico.com.vc/imposto-renda-investimentos

Posts em destaque
Posts em breve
Fique ligado...
Posts Recentes
Archive
Search By Tags
Nenhum tag.
Follow Us
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Social Icon